PPL - Crowdfunding Portugal. Plataforma disponível em PPL.com.pt

segunda-feira, 29 de maio de 2017

Como lançar a sua campanha de Crowdfunding na área dos livros

Enquanto leitor, quantas vezes desejou ler um livro diferente do que aparece na estante da Livraria? Enquanto Autor, quantas vezes quis publicar um Livro, mas nenhuma editora o quis publicar? Aparentemente a solução ideal é juntar os Autores com os leitores certos, dando a estes a possibilidade de escolherem o que deve ou não ser publicado através do seu apoio monetário, processo apelidado de Crowdpublishing e que é suportado numa plataforma online, como a PPL crowdfunding.

O apoio que é dado através do crowdpublishing é diversificado e, para além do apoio financeiro, permite a divulgação através da plataforma de Crowdpublishing e o trabalho de forma estruturada com o autor e da comunicação do seu trabalho.

Por forma a identificar quais os requisitos para uma campanha de Crowdpublishing de sucesso, a PPL esteve à conversa com o João Batista da Livros de Ontem. Na opinião deste especialista em Crowdpublishing, os desafios com que um Autor se depara para publicar um Livro são variados pelo que convém definir uma boa estratégia à partida.


Em primeiro lugar é necessário decidir o que se pretende: se editar um livro ou perseguir a carreia de Autor. Para tal é necessário avaliar qual a melhor opção disponível e se é possível chegar aos objetivos definidos. Após a análise das alternativas e caso não se consiga chegar a uma grande editora, poder-se-á usar o crowdpublishing.

Algumas preocupações a ter durante o processo de publicação passam por dar o máximo da informação possível às pessoas sobre a obra, facultar uma amostra da obra para que as pessoas possam ter um primeiro contacto com o livro, fazer um vídeo, mostrando o processo de escrita do livro, fazer uma boa capa, com um bom design e que transmita as ideias do livro. Uma revisão sem erros e uma paginação profissional compõem o aspeto final do livro.

É importante reforçar que o crowdpublishing não é solidariedade mas sim a compra de um livro cujo conceito os leitores gostaram e que querem ter. O livro só deve ir para crowdpublishing após estar concluído, dado que os leitores apoiantes devem receber o livro que apoiaram num espaço de tempo curto. Mesmo que o livro necessite de paginação ou revisão de texto e impressão não deve demorar muito tempo até chegar ao apoiante.

Durante o processo, as pessoas devem receber informação sobre os passos que o livro que apoiaram. Um apoiante gosta de saber que o livro está a ser construído e que lhes irá ser enviado. Terão curiosidade se o livro for de um autor muito conhecido.

Deve-se oferecer algo relevante em troca do apoio das pessoas e que estas queiram ter. Existem várias formas de recompensar um apoiante, entre as quais se destacam as seguintes: dar o livro ou um pack de livros se for editado com uma editora; se for um autor conhecido, pode dar algo exclusivo como um jantar com o autor ou uma sessão de autógrafos limitada aos apoiantes ou um desenho feito próprio autor, se for um autor que não é conhecido, pode dar um livro mais um curso de escrita, ou colocar o nome dos apoiantes na última página do livro.

Como duas vantagens inerentes ao crowdpublishing, são indicadas o facto de este testar o mercado, dado que permite criar e ativar a sua audiência e catalisar a comunidade num movimento em torno da obra do Autor e deste permitir validar o interesse no livro antes de este estar terminado pois mostra que as pessoas viram valor no projeto editorial e que estiveram dispostas a pagar por isso, legitimando de alguma forma o livro e o seu autor.

Sem comentários:

Enviar um comentário