PPL - Crowdfunding Portugal. Plataforma disponível em PPL.com.pt

quinta-feira, 13 de abril de 2017

Escolha a estratégia de Crowdfunding mais indicada para si

Hoje em dia as pessoas e organizações ainda têm uma série de dúvidas sobre o que é o Crowdfunding e como podem tomar o melhor partido da sua utilização. Este artigo tem por objetivo clarificar sobre o que é o Crowdfunding e ajudá-lo a escolher a estratégia de Crowdfunding mais indicada para si.

Segundo a PPL, a maior plataforma de Crowdfunding de recompensas em Portugal, o Crowdfunding é uma forma simples e recente de angariação de financiamento online para um projeto através de uma comunidade que partilha os mesmos interesses.

Se tem uma ideia ou um projeto em curso e necessita de dinheiro para o lançar, deve criar uma campanha de Crowdfunding e contar com a contribuição de dezenas, centenas ou até milhares de pessoas para o transformar em realidade. A escolha sobre o melhor tipo de Crowdfunding dependerá de muitos fatores, tais como da natureza do projeto, da quantia objetivo a angariar, do potencial de crescimento e do tipo de contrapartidas que se irá dar aos apoiantes, pelo que é necessário entender um pouco mais sobre este tema antes de definir a sua estratégia de Crowdfunding.

Existem 4 tipos de campanhas de Crowdfunding: Doação, Recompensa, Capital próprio e Empréstimo.

Doação (Crowdfunding sem Recompensa)


Este tipo de Crowdfunding tem sido vindo a ser utilizado por instituições sociais Como o próprio título diz, não há uma obrigatoriedade de recompensa em troca da contribuição; as pessoas contribuem simplesmente por acreditar na causa e não na expectativa de receber algo em troca. Recomendamos, no entanto, que sejam atribuídas recompensas simbólicas como agradecimentos ou certificados de contribuição.

Vantagens:
  • Uma Organização social, pela sua natureza jurídica tem à partida um conjunto de limitações quando recorre a financiamento que implique empréstimos. O Crowdfunding sem recompensa permite-lhe obter dinheiro sem qualquer tipo de contrapartida ou obrigação.
Desvantagens:
  • Não é uma forma de crowdfunding aplicável a Empresas.

Recompensa (Crowdfunding com Recompensa)

Este é o tipo de crowdfunding mais comum em todo o mundo. É nele que pensa quando quer lançar um CD da sua nova banda, organizar um concerto ou uma peça de teatro, escrever um livro ou lançar uma nova invenção.
Neste tipo de Crowdfunding são as contrapartidas que incentivam os apoiantes a contribuir para o seu projeto e que funcionam como forma de agradecimento. Dependendo da quantia apoiada, o apoiante irá receber algo em troca, normalmente um produto ou serviço relacionado com o projeto. Quanto mais criativas, generosas e aliciantes as recompensas, maior a probabilidade de sucesso na angariação de apoios. Se recompensar os seus apoiantes com algo exclusivo ou único terá mais probabilidades de atingir o seu financiamento. As recompensas podem ser tangíveis ou intangíveis mas têm que incentivar as pessoas a tornarem-se apoiantes da sua causa.
Por exemplo, se o projeto for a edição de um álbum, as recompensas poderão ser o próprio produto final (o CD), eventualmente autografado ou com acesso a conteúdos extra. Neste caso, o apoio configura-se como uma pré-compra.

Vantagens:
  • No crowdfunding baseado em recompensas, não está a vender parte do seu negócio - está financiar a sua ideia junto dos seus apoiantes adiantadamente. Isso não significa que este é dinheiro seja obtido de uma forma fácil - você ainda precisará criar o produto e enviá-lo para os seus apoiantes;
  • Muitas empresas recorrem ao crowdfunding baseado em recompensas não apenas porque se provou ser uma forma eficiente de angariar fundos para um novo produto ou linha de negócios mas também para testar novos produtos junto do seu público-alvo por forma a avaliar se eles serão bem-sucedidos no futuro.
Desvantagens:
  • Se não tem um produto que permita dar uma recompensa aos seus apoiantes este não é provavelmente o seu caminho
Capital próprio (Equity Crowdfunding)

Quando falamos em Equity Crowdfunding estamos a falar de investimento no capital de uma empresa, ou seja, passaremos a ter um conjunto de novos sócios. Antes, quando necessitávamos de um valor elevado de investimento, tínhamos de andar à procura de um grande investidor, mas agora é possível vender parte do capital da sua empresa para a uma série de pequenos investidores (apoiantes) que apostam na sua ideia de negócio.
Comparativamente ao crowdfunding tradicional onde os apoiantes contribuem com um determinado projeto sem a expectativa de lucrar, no equity crowdfunding, o apoiante procura um retorno financeiro do valor que colocou na empresa em que investiu.

Vantagens:
  • Possível obter maiores quantidades de capital comparativamente com outras formas de crowdfunding.
Desvantagens:
  • Vai ter de abrir uma parte do capital da sua empresa a dezenas de pequenos acionistas, embora frequentemente seja mais vantajoso ter uma parte menor numa empresa grande do que uma maior numa pequena.

Empréstimo (Crowdlending ou debt crowdfunding)
Neste tipo de crowdfunding, os investidores (apoiantes) investem numa ideia ou projeto em que acreditam e, depois de algum tempo, recebem o dinheiro que colocaram a empresa de volta mais um valor de juros. Este modelo, também chamado de peer-to-peer (P2P) de empréstimos, pois permite a concessão de empréstimos em dinheiro, sem ter de passar pelos bancos tradicionais.

Vantagens:
  • Esta forma de crowdfunding pode bater as taxas de juros de alguns bancos. Além disso, as empresas que podem ter dificuldade em obter um empréstimo num banco pode encontrar sucesso com crowdfunding. 

Desvantagens:
  • Mais dívida - Isto significa que terá um empréstimo que precisa de pagar. Poderá pode obter taxas favoráveis, mas ainda precisará pagar este empréstimo.

Passos para colocar a sua campanha em prática:

  • Escolha a plataforma mais ajustada aos seus objetivos de Crowdfunding e que tenha resultados comprovados;
  • Trabalhe em parceria com a plataforma de Crowdfunding que elegeu para validar o conceito da sua campanha e a forma como deverão estrutura-la para obter os melhores resultados;
  • Explique o que a empresa faz ou o que é a campanha e os seus planos para o futuro;
  • Deixe claro qual o que será aquilo que os seus apoiantes irão ganhar por o apoiar (capital próprio, juro, recompensa ou satisfação pessoal por ajudar uma Organização social);
  • Lance a sua campanha e colha os frutos!

Sem comentários:

Enviar um comentário