PPL - Crowdfunding Portugal. Plataforma disponível em PPL.com.pt

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Escolha da plataforma de crowdfunding

Gradualmente, o conceito de crowdfunding (financiamento colectivo) vai-se difundindo e ganhando adeptos e... plataformas!
Entre as várias dúvidas que um estreante promotor enfrenta, está a escolha da plataforma (são já mais de 400 a nível global!) que albergará a página com a campanha de angariação -- isto assumindo que o promotor opta por um serviço "chave-na-mão", pois poderá sempre implementar uma solução de raíz e à medida.


Foi precisamente esta a dúvida da Karinna Kittles-Karsten: como escolher o "abrigo" para a campanha de crowdfunding. E ela sugere-nos avaliar os seguintes pontos:
  • Qual a duração permitida para a campanha?
  • Quais os custos para lançar?
  • Existe a possibilidade de ficar com o valor angariado caso não atinja o montante pedido? E a que custos?
  • Qual o tipo e área de projectos promovidos pela plataforma?
  • Qual o suporte da plataforma com questões e sugestões para melhorar o projecto (texto, recompensas, vídeo)?
  • Que visibilidade se consegue junto dos media?

A estas questões, eu adicionaria ainda:
  • Quais os meios de pagamento?
  • Qual a audiência principal da plataforma (dados demográficos)?
  • Qual o acompanhamento pós-financiamento?
  • Que tipo de contrapartidas tenho disponíveis? Produtos ou serviços? Juros? Capital social da minha empresa?
Não há receita universal e não haverá nenhuma plataforma perfeita. Cada caso é um caso.

Mas se o promotor pensar nestas questões de ante-mão fará certamente uma escolha mais acertada e aumentará as hipóteses de ver o seu projecto financiado.

Poderá ler o artigo mencionado no site crowdfunding.org.

Sem comentários:

Enviar um comentário